Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sopa De letras

Vinha à procura de sopa? Aqui há , mas só de letras! Letras atiradas ao acaso saídas de uma Caixinha de Pandora.

Vinha à procura de sopa? Aqui há , mas só de letras! Letras atiradas ao acaso saídas de uma Caixinha de Pandora.

Solidariedade em tempo de Pandemia

Por onde nada a Humanidade

A cena passou-se já há uns dias largos, quando o meu marido me ia buscar ao trabalho para almoçar.

Trabalho perto do Palácio de Queluz onde por ter um parque perto muita gente vai para lá praticar desporto.

Ora qual não foi o meu espanto quando o meu marido chega ao pé de mim e estava um senhor de idade em calções e roupa de fazer desporto ao lado dele.

O meu marido fez-me sinal para ir para o banco de trás e depois explicou-me que o Senhor tinha caído, mal conseguia andar e tinha uma ferida aberta a correr sangue nas pernas.

Impossibilitado de conseguir andar, o senhor fazia sinal aos carros para o ajudarem e ninguém parava até o meu marido chegar.

Assim que o meu marido viu o senhor com a perna em sangue parou o carro.

Ora o senhor estava sem máscara porque tinha ido só correr pelo que lhe cedemos duas das nossas descartáveis.

Queríamos levar o senhor ao Hospital, mas ele não quis e pediu-nos que o deixássemos no Quartel dos Bombeiros e assim o fizemos.   Deixámos o senhor com votos de melhoras e este agradeceu-nos por tudo.

 A partir daí não soubemos mais nada. Mas pergunto-me eu.

Que raio de solidariedade da pandemia que é tão falada existe, que por causa da mesma, não se socorre uma pessoa de idade com uma perna em sangue no meio da estrada?

 

TREZE RAZÕES PARA…

 ...ter Esperança na Humanidade.

 

Não, não vou falar da série da Netflix.  Mas da “saga” dos meninos da equipa de futebol presos na gruta com o seu treinador no Norte da Tailândia.

 Tenho estado a acompanhar a situação desta equipa de meninos que ficou presa numa gruta com o seu treinador. Neste momento já 8 dos doze meninos foram salvos. Lamentavelmente já se perdeu uma vida nesta 6ª feira (6.jul.2018) um mergulhador das equipas de resgate que trabalhavam para libertar os meninos e o Saman Gunan, de 38 anos que pertencera ao corpo de elite da Marinha e colaborou como voluntario na operação. Ele morreu após ficar sem oxigênio enquanto regressava de uma expedição que levou mantimentos ao grupo. E durante todo este tempo não consegui deixar de pensar em vários fatores:

  1. - A começar pela disciplina dos meninos que na gruta iam  obedecendo às indicações do seu treinador;
  2. - O espírito de equipa incutido nestas crianças;
  3. - A confiança que este treinador consegue transmitir àquelas crianças fazendo com que estas não entrem em pânico;
  4. A importância de uma cultura onde se os mais novos cumprem regras.
  5. A importância de uma cultura de respeito pelos mais velhos.
  6. A importância de uma cultura de respeito por uma figura de autoridade.
  7. As vantagens da prática do desporto no desenvolvimento do espírito de equipa e na aquisição do respeito pelas regras;
  8. -O provável benefício da prática de exercício físico para estas crianças suportarem as condições em que se encontravam,
  9. A capacidade dos pais das crianças de confiarem que o treinador as manterá a salvo
  10. A capacidade daquelas crianças suportarem uma situação de grande tensão com sorrisos.
  11. A solidariedade internacional despertada. Demonstrada também na série significativa de imagens de homenagem partilhadas na Internet,
  12. Saber que existem pessoas maravilhosas capazes de dar a sua vida para salvar outras e esta é transversal aos heróis do quotidiano que em todas áreas fazem voluntariado para salvar vidas ou fazem desta área a sua profissão e a confiança dos meninos naqueles que os vão resgatar.
  13. A Cumplicidade entre o treinador e as crianças.

 

Treze pessoas, treze razões para ter esperança. 

 

Admiro a forma como esta situação está a ser gerida, vendo os prós e os contras, tendo o bom senso de pedir ajuda internacional. Mas principalmente estou em crer que a questão cultural do respeito pelas regras, da contenção das emoções, e do respeito pela liderança foram evidentes.  Não consigo deixar de pensar que ao contrário do que sucedeu com este grupo, as nossas crianças não teriam esta capacidade de disciplina que foi tão importante para que se mantivessem a salvo.  Faço votos para que à altura que leiam este texto todos se encontrem a salvo.

 

 "Alguns herois não usam capas , usam botijas de oxigénio"

mergulhador-1-e1530904988174-696x443.jpg

 

 

 

 Imagens retiradas da internet com links de referência, basta "clicar" nas imagens para ser direcionado ao site de onde foram retiradas.

Quem é a cozinheira?

Calendário

Fevereiro 2021

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28

Espreitar no caldeirão.

 

Sopas Servidas

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D

Blogs de Portugal

Gostos

Em destaque no SAPO Blogs
pub