Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sopa De letras

Vinha á procura de sopa? Aqui há , mas só de letras! Letras atiradas ao acaso saídas de uma Caixinha de Pandora.

Vinha á procura de sopa? Aqui há , mas só de letras! Letras atiradas ao acaso saídas de uma Caixinha de Pandora.

O apelo dos sentidos ( da série Sentidos)

 O seu olhar revelava a cobiça que lhe despertava o aspeto carnudo e suculento que lhe fazia crescer a água na boca. Tinha de alcançá-la. 

 Sentir o seu aroma. Apreciar a textura, mesmo que percebesse, que teria de usar muita delicadeza. Ela estava ali parada, ao seu alcance. Imóvel.

Ele hesitava em seguir o apelo dos sentidos, afinal, a visão que ele estava a ter, era algo que também lhe dava imenso prazer. Era uma imagem de beleza singular aquela com que se deparava.   Mas a água crescia-lhe na boca.

O desejo de sentir de sentir a textura rubra com os seus lábios suavemente e logo de seguida mordiscar para saborear o seu suco, o seu néctar e deliciar os seus sentidos, estava prestes a ser incontrolável.

Antes de avançar, fotografou-a. Afinal era uma imagem digna de um pintor renascentista, tinha de a perpetuar.

Depois, não resistiu mais, deixou-se vencer pelo apelo dos sentidos, pegou naquela maravilhosa taça de morangos que tanto o tentava e deliciou-se com vagaroso prazer.

©texto de minha autoria.

Quem é a cozinheira?

Calendário

Abril 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Espreitar no caldeirão.

 

Blogs de Portugal

A provar a sopa

Comeram Sopa de Letras

contador de visitantes