Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sopa De letras

Vinha á procura de sopa? Aqui há , mas só de letras! Letras atiradas ao acaso saídas de uma Caixinha de Pandora.

Vinha á procura de sopa? Aqui há , mas só de letras! Letras atiradas ao acaso saídas de uma Caixinha de Pandora.

Avó

 

 

Procuramos-te em vão

No regresso ao lar

Mesmo sabendo que não te vamos encontrar

Ficamos na esperança de rever

O teu terno sorriso, teu meigo olhar

Procuramos-te em vão

No regresso ao lar,

Mesmo sabendo que não te vamos encontrar,

Sentimos ainda a tua presença no ar.

Partiste sem avisar, sem nada dizer,

Mas não te vamos nunca esquecer.

Procuramos-te em vão

No regresso ao lar,

Porque agora é no nosso coração

Que está a morar

A tua doce e terna recordação....

 

 

Poema escrito por mim

Em memória da minha avó materna

Falecida a 13 de Junho de 1998

foto retirada da Internet

6 colheradas

Comentar post

Quem é a cozinheira?

Calendário

Junho 2008

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Espreitar no caldeirão.

 

Blogs de Portugal

A provar a sopa

Comeram Sopa de Letras

contador de visitantes