Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sopa De letras

Vinha à procura de sopa? Aqui há , mas só de letras! Letras atiradas ao acaso saídas de uma Caixinha de Pandora.

Vinha à procura de sopa? Aqui há , mas só de letras! Letras atiradas ao acaso saídas de uma Caixinha de Pandora.

Vamos Continuar a servir sopas de Letras

A pedido de alguém especial.

Apenasumrabisco.png

A falta de tempo  de gerir vários blogs e o cansaço acumulado por várias contingências especiais, levram.me a uma reflexão se devia pedir a fusão do Sopa de Letras com outro dos meus blogues, mas o meu marido  sugeriu-me que não o fizesse e que não acabasse com o meu Sopa de Letras, por isso mesmo que só esse alguém especial seja a pessoa a quem vou servir Sopa de Letras, o meu primeiro blogue aqui no sapo, com as memórias do Euro 2004, com os primeiros desabafos sobre a Bá , com os meus contos e os meus devaneios ou desabafos vai continuar.

Mais que não seja, porque a Alfa é o meu alter ego de alguém que para além de mãe, é também uma pessoa, uma mulher,  um alguém que apesar de amar a maternidade, é muito mais que mãe. Alguém a quem as letras lhe fazem cócegas nos dedos, na mente, no coração. Alguém que gosta de fotografar com o olhar e com a  sua Câmara, que gosta de brincar com os pincéis e colorir a vida com um olhar menina /Mulher.

Não pretendo comparar-me a Pessoa, até porque a Alfa não é um heterónimo distinto da minha personalidade, é uma das minhas muitas facetas de mulher, de pessoa, do meu eu

E eu poderia guardar os devaneios da Alfa para mim, “podia” mas não era a mesma coisa.

Vou apenas informar que vou associar o Instagram daqui ao da Mamã Gansa, porque afinal eu e ela somos a mesmíssima pessoa apenas em facetas distintas da minha personalidade.

E quem quiser é bem a meter a colher neste caldeirão, sem precisar de máscara, gel desinfetante ou dois metros distância.

 

Ilustração de minha autoria sendo apenas um rabisco de uma ideia.Mais um devaneio da Alfa.

16 ANOS A SERVIR SOPAS DE LETRAS

Para todos os gostos.

Corri o ano de 2004 e eu estava Estágio em Caneças. Conversa puxa conversa sobre blogs que apenas  que apenas começavam a emergir em Portugal. Eu tinha um no blogspot que tinha conhecido através dos Anjos de Prata e queixei-me de ter pouca interação com blogs Portugueses.

 

Foi então que a minha amiga me indicou a plataforma do sapo. Ainda não era esta. Era uma plataforma antiga .A maioria dos blogues na altura falava do Euro 2004 que decorria nesse ano em Portugal. Lembro-me que quando o Euro começou se marcavam encontros e torcidas num  barzinho do bairro alto.

Não cheguei a ir nenhum com muita pena minha, porque o Estágio dava muito trabalho

 

Lembro-me  que os primeiros blogues que visitei foram os da Safro ( já não está ativo com muita pena minha)  a minha amiga e o da  Grilinha por indicação da minha amiga.

 

Depois nós também marcámos golo, eu fiquei grávida da minha filha. Não foram só os jogadores a marcar golo nesse ano, nós também.

 

Costumo dizer que a minha filha mais velha foi feita naquela célebre noite do Portugal/Inglaterra em que nós vencemos.

 

Sim a minha filha é uma bebé euro 2004 .

 

Depois pensei que ia escrever o diário da minha gravidez no blog, mas a gravidez de início não estava a correr muito bem.

 

Assim deixei de escrever durante uns tempos e quando voltei tinham a plataforma nova. Na altura ou não estavam a funcionar , ou eu não consegui migrar o Sopa de Letras na plataforma nova e criei  um novo blogue onde falava das minhas aventuras e desventuras de mãe atrapalhada.  

 

 

Acabei por  conseguir transferir o blogue e houve uns anos menos ativos e outros mais. Ainda não sei se prosseguirei, porque tenho outros projectos em mãos, mas tenho muito orgulho na minha Sopa de Letras.

 

Na época os templates não permitiam menús e eu decidi separar os blogues, mas o Sopas estava no perfil como página pessoal. Talvez por isso as pessoas tenham ficado com a ideia errada que só sabia escrever sobre os meus fihos.

 

 

Só tenho pena que no dia em que uma pessoa que estimo e respeito na área dos blogues veio espreitar, eu só tinha um  vídeo de música. Mas o Sopas tem muito para ler. Talvez eu peque por escrever muito para os consumidores do fast read e das postas de pescada, mas não seria a minha escrita genuína de outra forma.

 

Ainda não sei se vou continuar, mas o Sopas acompanha o Sapo desde os seus primórdios e se não continuar aqui continuarei a escrever as minhas letras, os meus contos, num dos meus outros projetos e se o fizer anunciarei aqui.

Agora Parabéns para nós Sopa de Letras um dos blogues veteranos do sapo que nasceu, renasceu e soube reinventar-se.

 

O 1º de Maio explicado às crianças

Até perto do fim  do século XIX as pessoas trabalhavam de sol a sol.  O que é que isto quer dizer? 

As pessoas levantavam-se para ir trabalhar ao nascer do sol e só  paravam de trabalhar quando o sol se punha. Não havia pausa para o almoço, iam comendo o farnel, isto é a comida que levavam de casa para o trabalho,  conforme podiam e não podiam levar muito tempo, pois este era descontado do que lhes pagavam ou até mesmo perder o trabalho.

 

As crianças a partir do momento em que começavam a  andar, e a serem minimamente autónomas, deixavam de ser consideradas crianças e  também iam trabalhar.  

Raramente descansavam, só nas procissões, festas religiosas  e romarias, ou seja, peregrinações e arraiais

Mas as pessoas começaram a ficar muito cansadas das más condições em que trabalhavam, e  de  quase nunca terem tempo para outra coisa sem ser trabalhar.

Por isso  em 1886 no dia 1 de Maio notícia pela primeira vez houve uma manifestação de 500 mil trabalhadores nas ruas de Chicago, e numa greve geral em todos os Estados Unidos.

A partir desse dia os movimentos dos Trabalhadores que antes de 1886 não tinham tido coragem, começaram a espalhar-se por todo o mundo e a exigir melhores condições de trabalho.

A jornada de 8 horas com dias de descanso e pausas era um dos objetivos do movimento.

Em Portugal o 1º de Maio foi assinalado pela primeira vez em 1890 mas só como  homenagem aos trabalhadores. Em 1919 foi conquistada e reconhecida na lei portuguesa a jornada diária de oito horas de para os trabalhadores portugueses do comércio e da Indústria.

 Mesmo no tempo anterior ao 25 de Abril, apesar das proibições e das ameaças sérias a quem as desrespeitava houve manifestações dos pescadores, dos corticeiros, dos telefonistas, dos bancários, dos trabalhadores da Carris e da CUF. No dia 1 de Maio, em Lisboa, manifestaram-se 100 000 pessoas, no Porto 20 000 e em Setúbal, 5000.

No 1º de Maio de 1962  a luta dos trabalhadores fica marcada  para sempre na História do nosso país pela importância que tiveram as revoltas dos assalariados agrícolas dos campos do Alentejo.

Mais de 200 mil trabalhadores da agricultura, que até então trabalhavam de sol a sol, participaram nas greves realizadas e fizeram com que os donos das terras que trabalhavam e o governo de Salazar(governo anterior ao 25 de Abril) concordassem com jornada de oito horas de trabalho diário.

Mas sem dúvida o 1º de Maio mais importante da nossa História foi o que se celebrou oito dias depois do 25 de Abril de 1974.

E agora que já sabes a história e o significado do 1º de Maio resta-me desejar um bom feriado!!!!!

Imagem retirada da internet com link de referência.

 

Quem é a cozinheira?

Calendário

Maio 2020

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Espreitar no caldeirão.

 

Sopas Servidas

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

subscrever feeds

Blogs de Portugal

Gostos