Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sopa De letras

Vinha á procura de sopa? Aqui há , mas só de letras! Letras atiradas ao acaso saídas de uma Caixinha de Pandora.

Vinha á procura de sopa? Aqui há , mas só de letras! Letras atiradas ao acaso saídas de uma Caixinha de Pandora.

Somos Cinzas, pó e nada… (resumo de férias)

Quarta_Feira_de_Cinzas_03.jpg

 

 

 

 

Não me posso queixar da vida. Há quem tenha vidas muito melhores e há quem tenha muito piores. Porém, estas férias foram para esquecer. Não que tenham corrido mal. Uns poucos dias de praia. Umas noites de descontração na feira. Um jantarinho ou outro fora de casa. Convívio com amigos. Mas os acontecimentos ensombraram-nas.

   Comecei as férias com a notícia da morte de um amigo de infância querido. Apesar de distantes pelas contingências da vida de cada um fomos mantendo o contacto. Este ano comecei as férias com a perda de um amigo querido e terminei as férias com a perda de uma pessoa de família querida a minha sogra.

 Não vou mentir tinha muitas razões de queixa que me deixaram mágoas, mas também tinha muito carinho, afinal era a mãe da pessoa que mais amo nesta vida, a par dos meus filhos.  Apesar de estarmos sempre à espera de um momento para o outro, custa sempre. Por um lado, a dor da perda, por outro um sentimento do alívio de sofrimento de alguém que já sofria há quatro anos, dependente com poucos momentos de lucidez. Partiu com um rosto sereno como se apenas dormisse. Uma história de noventa e cinco anos que será agora perpetuada pelo filho e principalmente netos.

 E apesar de chocarmos muito eu tinha uma grande admiração por aquela mulher pequenina, mas cheia de vida, que conheci perto dos oitenta anos, ainda a subir em escadotes e limpar paredes.

Havia algo nela que me recordava a minha avó. A mesma determinação, a mesma energia, uma força única, comum a ambas, embora com história diferente. Foram assim as minhas férias entre uns dias de descanso e uns poucos dias de praia, menos, muito menos dos que desejava. Acabaram da mesma forma que começaram com o advento do fim da vida. Em resumo, talvez seja uma lição a tirar, somos cinza pó e nada e tudo o resto perde importância…

Quem é a cozinheira?

Calendário

Setembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Espreitar no caldeirão.

 

subscrever feeds

Blogs de Portugal

A provar a sopa

Comeram Sopa de Letras

contador de visitantes

Gostos