Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sopa De letras

Vinha à procura de sopa? Aqui há , mas só de letras! Letras atiradas ao acaso saídas de uma Caixinha de Pandora.

Vinha à procura de sopa? Aqui há , mas só de letras! Letras atiradas ao acaso saídas de uma Caixinha de Pandora.

Sunshine Blogger Award

Sem Título.jpg

  Fui nomeada por uma querida Blogger para este prémio /desafio a Maribel Maia do Educar (Com)Vida  a quem agraeço dese já: Obrigada por te lembrares do Sopa de Letras.

 Este prémio consiste em responder a onze perguntas feitas por quem te nomeia e mais algumas regras que seguem no fim. Agora vamos às perguntas e às respostas.

 

De onde veio esse gosto pela escrita?

Da minha avó que apesar de não saber ler nem escrever era uma exímia contadora de histórias e passou-me o gosto pelas histórias, logo a escrita veio por acréscimo a esse gosto.

Porque decidiste partilhar essa escrita nesta Blogosfera?

Cansei-me de escrever para a gaveta.

O que tens aprendido com o teu Blogue?

Acho que aprendo com a interação entre blogues.

Que profissão querias ter quando eras criança?

Queria ser enfermeira para curar os feridos das Guerras

O que a vida melhor te ensinou?

Que nunca devemos perder a capacidade e fazer novos amigos ao longo a vida.

Gostas mais de línguas ou matemática?

Estão empatadas. Matemática para mim sempre foi como decifrar mistérios e as línguas permitiam-me perceber pessoas de outros povos.

Qual foi o/a professor/a que mais te marcou?

Dois principalmente de formas diferentes.

A minha professora de Estudos Sociais e História Ciclo preparatório. Pela sua maneira especial de nos cativar. O Meu professor de Matemática do oitavo ano  que embora de temperamento irascível com muitos dos meus colegas, curiosamente nunca o foi para comigo. E além de explicar muito bem, era um homem muito culto com quem aprendi muito mais que Matemática.

Que formação ainda anseias tirar?

Entre mil e uma coisas, gostava de tirar um curso de Teatro.

Qual é o teu maior sonho?

Desculpa, mas é segredo

Quem foi a pessoas que mais te ensinou?

A minha avó

Que jogos fazias em criança que, ainda hoje, conseguirias ensinar?

Ainda ensino Stop, Batalha Naval,  aos mais pequenos  mamã dá licença, macaquinho o chinês,  Jogar ao “Pincha” e ás covas com berlindes ( eu era um pouco Maria – rapaz)

 

Agora as regras:

  •  Agradecer à Blogger que te nomeou.
  • Responder às 11 perguntas que te foram dadas.
  • Colocar as regras e incluir o logótipo do prémio no post. 
  • Nomear 11 bloggers e fazer-lhes 11 perguntas.- Não vou nomear ninguém porque quase todos os que sigo já fizeram. Se alguém ainda não tiver feito sinta-se nomeado. As onze perguntas neste caso  podem ser as mesmas.

Micro Conto: O Jogo

Ganhava sempre. A técnica era infalível. Ele sabia que a recompensa que ele mais adorava o esperava se ele ganhasse: o sorriso dela. Naquele dia algo estranho se passou e percebeu isso ao perder.  No regresso a casa esperançado por um sorriso de reconforto, entendeu o que se passara. O sorriso que fora seu, era agora quem o tinha vencido.

 

Micro conto de 60 palavras

escrito por mim . Todos os direitos reservados

Dia da criança? só para alguns…

 

crianca_0.jpg

 

Dia da criança? só para alguns…

De acordo com dados ONU a cada 5 segundos morre uma criança com fome no mundo.  Uma em cada seis crianças vive em zonas de guerra. Outras vivem em barcos de Refugiados entre a vida e a morte. Outras são crianças de rua.

 No congo e na Nigéria quando não podem criar as crianças acusam-nas de bruxaria e abandonam-nos.

Dia da criança? Quando o será para todos?

meninohopeescola_home.jpg

Quantos terão a sorte que este menino abandonado por bruxaria e recolhido por esta dinamarquesa teve?

Investe-se milhões em armamento e noutros projetos para ultrapassar as fronteiras da Terra.

Quando se investirá a pensar em melhorar as condições e vida de algumas crianças?

Sei que é uma utopia, mas era tão bom que vivêssemos num mundo onde o dia da criança, fosse para todas as crianças.

 

Fotografias retiradas da internet

Texto de minha autoria

Palácio de Estrelas.

estrealas.jpg

Foto das fotos do sapo

 

 

Era criança e sonhava com as estrelas que todas as noites via no céu, com a lua longínqua num céu distante, que no seu brilho nocturno lhe traziam a promessa de um novo mundo, em que a fantasia reinava , tal como nas lojas de brinquedos. E no seu sonho, no seu mundo não havia casas. Só palácios de tectos estrelados, onde num quarto aconchegante, numa cama confortável, um rosto feminino de feições delicadas e olhos profundamente tristes, se acercava dele beijando-o carinhosamente na testa, e ao sentir o beijo tudo se desfazia. Restava apenas uma névoa . A névoa que escondia essas recordações submersas no seu inconsciente de criança, onde as suas recordações, de um rosto de mãe aconchegando-o no seu leito, se confundiam com os sonhos de palácios e fantasia que as estrelas e a lua lhe recordavam. Existia apenas e só o sonho. E continuava, até ao alvorecer do dia a sonhar, no seu sono doce e ingénuo de criança . Na sua verdadeira casa, debaixo de um tecto - céu estrelado, aconchegado em lençóis de jornal numa cama banco de jardim , onde apenas o vento suave lhe beijava a testa.

 

 

(Republicação dedicada às crianças que  não conseguem celebrar o dia da criança)

Pág. 2/2

Quem é a cozinheira?

Calendário

Junho 2018

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Espreitar no caldeirão.

 

Sopas Servidas

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D

subscrever feeds

Blogs de Portugal

Gostos

Em destaque no SAPO Blogs
pub